Câncer de Mama e o Pilates. Entenda como o método pode ajudar!

#câncerdemama #câncerdemamaeopilates #outubrorosa #todoscontraocâncer


No mês 10 de todo ano lugares são iluminados nos mais diversos tons de rosa, para que seja exposto ao mundo, a importância da luta contra o câncer de mama, responsável pelo maior número de mortes de mulheres em todo o mundo.


Todo esse movimento tem como objetivo, promover a conscientização sobre essa patologia, compartilhar informações sobre o câncer de mama, e proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento para assim contribuir para a redução dos riscos da doença, consequentemente diminuindo a mortalidade.


Essa campanha é muito importante, pois as chances de cura da doença aumentam muito, uma vez que o câncer de mama é detectado precocemente, por isso o movimento é necessário para tirar dúvidas e informar sobre todos os exames de prevenção para a mulher.


Muitos acham que a única forma de prevenção da doença é através do autoexame e da mamografia, porém existe alguns outros fatores que é importante prestarmos atenção:
  • Alimentação saudável

  • Prática de exercício físico

  • Evitar reposição hormonal

  • Amamentação

Além desses fatores, existe um público que deve ficar mais atento ao desenvolvimento do câncer:


  • Mulheres que tem uma história familiar de câncer de mama,

  • Mulheres com história familiar de câncer de mama masculino,

  • Mulheres que nunca amamentaram,

  • Mulheres que nunca tiveram filhos ou tiveram depois dos 30 anos de idade,

  • Mulheres que tiveram a primeira menstruação antes dos 10 anos de idade.



Uma pesquisa realizada pela Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, comprovou que mulheres que praticam alguma atividade física regularmente tem menos chances de desenvolver o câncer de mama.



Há diversos estudos atualmente que já comprovam que o Pilates e seus princípios ajudam na melhora de resistência muscular de pacientes de câncer.


O Pilates é uma ótima opção na reabilitação de pacientes com disfunções nos membros superiores, como é o caso do câncer de mama.






Além do aumento de resistência muscular, o Método Pilates pode ajudar a melhorar a dor, a amplitude do movimento, aumentar a força muscular sendo uma ótima opção esse público.





Além do que, praticando em uma metodologia bem elaborada e com propósito, ajuda muito, também, na melhora dos sintomas psicológicos, tais como: depressão, baixa estima, alteração de sono, sentimento de vulnerabilidade, sensação de esgotamento e ansiedade.


Estudos demonstraram que o Pilates tem efeitos significativos na melhoria da qualidade de vida, humor e imagem corporal em mulheres com câncer de mama.


Espero ter ajudado. Até a próxima!



Autora:


Dra. Francieli Mortari da Silveira

CREFITO 250448-F


Fisioterapeuta, pós graduanda em Terapias Manuais e Instrutora de Pilates no Zentrum Pilates e Bem-estar, Brusque/SC.

Brusque, Santa Catarina   |  zentrumpilatesebemestar@gmail.com   | (47) 3350-2743  |  (47) 99925- 3479

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

2017 - Criado por Zentrum Pilates e Bem-estar.