Dor, formigamento e dormência nas nádegas que as vezes desce por toda a perna?

Fique atento! Você pode estar sofrendo da Síndrome do Piriforme! Entenda como o Pilates pode ajudar nesses casos!

#piriforme #sindromedopiriforme #dor #dormência #formigamento


O nervo ciático é o nervo mais calibroso do corpo humano e por esse motivo está sujeito a compressões, tanto nas raízes de origem quanto no seu trajeto, em direção aos membros inferiores.


Ao atravessar a região posterior de quadril, ele se relaciona com o músculo piriforme, normalmente comprimindo o ciático gerando a síndrome do piriforme.



O piriforme é um pequeno e profundo músculo, que se origina na superfície pélvica do sacro e se insere no trocânter maior do fêmur, tendo como função abdução e rotação lateral do quadril.


A dor ciática, causada pela compressão do piriforme, localiza-se na região glútea, coxa, podendo ir até o pé, normalmente unilateral. Essa dor, na maioria das vezes, é confundida com hérnia de disco, sendo assim, é de extrema importância que se faça uma boa avaliação com um fisioterapeuta.


Algumas causas da Síndrome do Piriforme:

  • Traumática, exemplo: quedas

  • Hábitos, exemplo: posturas inadequadas como sentar com pernas cruzadas por um longo período.

  • Ponto gatilho (dor à palpação no músculo).

  • Exercícios em excesso.


O Método Pilates pode agir tanto na prevenção quanto no tratamento desta síndrome, apresentando uma variedade de exercícios para aumentar a consciência do centro, aumentar a mobilidade do quadril e tornar os movimentos efetivos. Sobretudo o alongamento dos rotadores de quadril.


O instrutor precisa modificar o exercício e fazer as correções para proporcionar uma experiência bem sucedida de movimento sem dor.


Com o método, permite-se, também, o retorno ao esporte e às atividades da vida diária de forma segura.


São focados os movimentos, força e flexibilidade dos membros inferiores, sempre adaptados à individualidade do indivíduo, objetivo e no caso de atletas e esportistas, à especificidade da modalidade.


Em pouco tempo, com a prática do Pilates bem aplicado, o aluno perceberá a diminuição e até o desaparecimento da dor e dos desconfortos que essa síndrome gera.


Então, chega de tolerar a dor e desconforto que a síndrome do piriforme pode causar! Vem se cuidar com a gente!


Você se identificou com esse post? Tem alguma pergunta sobre o assunto? Estou à disposição e até a próxima =)


Autora:


Dra. Francieli Mortari da Silveira


CREFITO 250448-F


Fisioterapeuta, pós graduanda em Terapias Manuais e Instrutora de Pilates no Zentrum Pilates e Bem-estar, Brusque/SC.

http://bit.ly/MandarWhatsappZentrum

Brusque, Santa Catarina   |  zentrumpilatesebemestar@gmail.com   | (47) 3350-2743  |  (47) 99925- 3479

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

2017 - Criado por Zentrum Pilates e Bem-estar.