Exercitando a Inteligência Emocional em favor da união e afeto.

Atualizado: 16 de Set de 2019

O que é uma família para você? Como você vê e cuida da sua?

O conceito literal de família é: “um conjunto de pessoas que têm algum grau de parentesco entre si, que vivem de baixo do mesmo teto e que os pais tenham algum instituto jurídico que comprove legalmente a convivência entre as partes. Em suma, o matrimônio ou uma união estável”.


Ontem fui à Igreja, um hábito semanal que preso muito e que me faz muito bem. E ao final, em uma roda de conversa, surgiu o assunto de casamentos, festas, formação de novas famílias. E a grande maioria das pessoas que opinaram, entendem que para boa parte dos noivos, a importância da festa, e tempo dedicado à ela, é imensamente maior que a procura pelo casamento religioso, sobre seu significado e a preparação e dedicação necessária para o início de uma nova família e o crescimento sadio e próspero da mesma. E você, o que pensa sobre o assunto?


Sei que isso me fez refletir ainda mais sobre o assunto, que já estava bem aflorado em meus atendimentos esta semana. E como eu não acredito em acasos, resolvi escrever para você o que eu entendo por família e o porquê parece ser tão desafiador manter uma, de forma saudável e abundante em diversos aspectos.

Nos dias atuais, se tornou muito comum o descarte das coisas. Então, o que não está bom, ou o que já foi usado muito, está desgastado ou ruim, se troca, como os descartáveis. Isso ocorre porque somos programados por padrões, formados nas repetições de nossas atitudes. Sendo assim, se fizemos uma coisa e ela se tornou normal, comum, correta... assim tendemos a fazer muitas outras coisas da mesma forma, mesmo parecendo decisões muito diferentes.


Entenda que aqui, não estou dizendo que se deve manter tudo, inclusive relacionamentos abusivos! Mas, sim, estou dizendo que criamos coisas em nossa mente, que podem não serem, necessariamente, as coisas que, realmente estão acontecendo. E o mais incrível é que conforme vamos alimentando pensamentos e diálogos internos sobre esses “supostos acontecimentos”, as situações vão ganhando uma proporção cada vez maior, porque tudo que a gente foca, cresce, se expande!


Isso que falei é extremamente comum dentro dos casamentos! Por isso precisamos trabalhar sempre nossa Inteligência Emocional! As emoções devem ser sentidas, mas temos que ter consciência e discernimento sobre elas! Seu relacionamento não pode ser embasado apenas no que você está sentindo, ainda mais em momentos em que você esperava uma coisa da pessoa e ela se comportou diferente, ou ao contrário.


Surpresas que desgastam um relacionamento só acontecem por cinco grandes motivos:

  • Você não se conhece;

  • Você não conhece seu cônjuge;

  • Falta de diálogo verdadeiro;

  • Você não conhece suas linguagens de amor (sua e de seu cônjuge);

  • Você não conhece suas linguagens de perdão (sua e de seu cônjuge).


Calma, sei que de primeiro momento, isso parece impossível! Mas vou explicar melhor! Vamos lá!


Você não se conhece, então não sabe nem o que sonha ou espera do relacionamento e as vezes da sua própria vida.


Chegam diversas mulheres em meu consultório que falam que querem terminar o relacionamento, pois o companheiro não a apoiou em seus sonhos, que já está com certa idade e nunca fez nada por si mesma... Então eu te pergunto: quem não fez nada? A vida é sua! Você tem que fazer algo por você mesma e não o outro.


É extremamente importante: não jogue no outro a responsabilidade da sua felicidade, isso é cruel com você e com ele! Assuma o controle da sua vida e das suas escolhas, só você pode realizar seus sonhos e fazer acontecer suas conquistas.



Você também não conhece seu parceiro, então não sabe o que é normal nele e o que esperar dele, de forma consciente e racional! Aqui entra a questão de sofrer por esperar o que você deseja não o que ele pode ser e oferecer de verdade.


Busque conhecer melhor as pessoas que te cercam, principalmente seu companheiro e filhos! Isso é fundamental para um relacionamento de sucesso.



Em muitos relacionamentos não existe conversa. Vocês não falam um com o outro para saber o que ele acha, muitas vezes só chegam comunicando, pois tomou à decisão sozinho. A questão é: vocês são uma família! E o que afeta ela deve ser compartilhado.


Assim como uma empresa, ela não vai para frente se cada funcionário faz o que quer na hora que quer, existem regras e funções a serem definidas e desempenhadas por cada um. E por isso, é necessário conversar mais, decidir em conjunto, planejar juntos, levantando pós e contras, afinal duas cabeças pensam melhor que uma sozinha, não é mesmo? Lembrando que conversar é perguntar, responder, respeitar, falar e também ouvir... Sem brigas, sem alterações, em posição de se fazer entender e também entender o outro. É sempre entrar em um consenso onde as partes decidam fazer daquela forma juntos e realmente se comprometam e façam daquela forma.



Vocês não conhecem a linguagem de amor das pessoas que compõem a família de vocês, e sinto informar: mas muitas vezes o outro não se sentem amado da forma que você ama. Isso é muito particular e deve ser observado e aprendido, para se poder amar o outro da forma dele.


Se quer saber mais sobre as cinco linguagens do amor pode acessar esse meu outro texto.

https://www.zentrumpilatesebemestar.com.br/post/as-cinco-formas-de-se-sentir-amado-a



Além de não saber amar não sabem perdoar.Muitas vezes os casais alimentam dentro deles magoas que só crescem, pois não foi dado o perdão e quase todos os dias alimentam essa dor. Pare de cutucar a ferida! Ela só piora! Deixe-a cicatrizar. Perdoar é lindo e libertador, e não te faz menor, mas sim maior. Alimente dentro de você o que viveram de bom, os momentos felizes e não o contrário.


E descubra qual a sua linguagem de perdão, pois assim como o amor, você também tem uma forma melhor de aceitar, assim como seu cônjuge.


Se permita conhecer, profundamente, com quem se casou! Tenho certeza que grande parte das pessoas se irritam hoje, com coisas que fizeram ela se apaixonar por seu cônjuge no passado! Então, volte a olhar com bons olhos suas diferenças, elas são importantes para um relacionamento harmonioso e sadio.


Reflita e trabalhe nesses cinco motivos que te passei e descubra o caminho de um relacionamento duradouro e de muito mais sucesso!


E sim! Eu ainda acredito no valor da família, na união e no amor que se pode construir dentro de um lar! Desde a cumplicidade e harmonia entre o casal, até a educação e criação de filhos muito mais fortes, prósperos e felizes!


Se você também acredita nisso, e anda precisando de ajuda para organizar seus sentimentos, pensamentos e planos de futuro, eu posso te ajudar! Tenho me especializado na área de relacionamentos e família, e com meus conhecimentos em Psicologia e Inteligência Emocional, somados às ferramentas poderosas do Coach Integral Sistêmico, juntos podemos mudar o rumo da sua vida, te devolvendo a paz, a esperança e a alegria de viver e amar em família! Vem comigo! Me chama e tire suas dúvidas! Sou feliz em poder ajudar!


Autora:


Laís Hack

Psicóloga e Coach de Relacionamentos Pessoal e Interpessoal, com base na teoria Integral Sistêmica e Inteligência Emocional. Além de Analista corporal e comportamental.


E-mail: Lais_hack@hotmail.com

Instagram: @lais_hack

Facebook: @Coach.LaisHac

Brusque, Santa Catarina   |  zentrumpilatesebemestar@gmail.com   | (47) 3350-2743  |  (47) 99925- 3479

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

2017 - Criado por Zentrum Pilates e Bem-estar.