Nutrição! Oque você sabe realmente?

Entenda a diferença do que tínhamos nos anos 90 para hoje!


Você com certeza sabe a diferença, mas talvez não tenha se dado conta ainda! A principal mudança que temos nas últimas décadas é a INFORMAÇÃO!


Sim, isso mesmo! Hoje temos acesso a inúmeras informações das mais diferentes possíveis, desde tutorial para pregar um prego na parede como se “livrar” de doenças como câncer.


O que fazemos com tudo isso?


Isso é o que importa realmente, nem todas as informações que temos acesso são reais e efetivas, e é por isso que venho até vocês falar um pouco sobre as informações sobre

NUTRIÇÃO.


Hipócrates já falou “Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio”,assim como também: “Tudo acontece conforme a natureza” ou “A cura está ligada ao tempo e às vezes também às circunstâncias”.

Este grego de 460 a.C. é considerado por muitos uma das figuras mais importantes da

Medicina, chamado de “Pai da Medicina”.


Na filosofia prática da medicina atribuída à Hipócrates, a reunida no Corpus Hippocraticum, as doenças, durante um certo tempo evoluem de forma silenciosa até alcançarem o momento crucial, chamado Krisis (crise), momento em que a doença se defini, rumo a cura ou não.


Então desde antes de Cristo já se é sabido que a forma que nutrimos nosso corpo é responsável pelo aparecimento de problemas de saúde.


Só que hoje aparece muita informação aleatória na internet e nos diversos programas da mídia. Estes programas disseminam informações sobre alimentos e nutrientes e suas funções nos seres humanos.

Porém precisamos saber como USAR estas informações de maneira correta para NÓS, pois cada um é UM!


Um, único, ou cuja qualidade ou natureza não há outro, você se reconhece nesta descrição?

Se não, pense melhor, pois por mais que pareça ser igual a todos, você é único, pode ter os traços da avó, o jeito do pai, personalidade da mãe, e assim por diante.


Se identificou agora? Opa, espera, não, você é único. Um ser com todas as suas individualidades, singularidades e especificidades.


Por isso nem tudo que escuta e vê, ou serve para seu vizinho ou melhor amiga, serve para VOCÊ!


Tudo influencia na sua saúde, desde a forma da sua geração, gestação, parto, amamentação, introdução dos alimentos, crescimento, desenvolvimento, atividade física, contato com químicos, considerando a ciência, quando também estamos expostos a outras situações que a ciência não explica, como fé, esperança, amor, etc.


Não acredita em tudo isso? Tudo bem... Continue lendo, afinal o assunto é embasado em comprovação cientifica, rs.


Vitaminas, já ouviu muita coisa sobre vitaminas né?! Mas não só porque o corpo precisa de vitaminas que vamos consumir indiscriminadamente.


Vamos começar a pensar que antigamente não tínhamos vitaminas em cápsulas, preparados quimicamente, conseguíamos as vitaminas através da alimentação, mas será que ainda conseguimos isso?


Digo que a probabilidade do sucesso depende simplesmente de você e da sua dedicação.


Aquele papo de uma alimentação saudável e colorida, SIM, é verdade.


Mas quero desmistificar a crença de que é difícil, caro e complicado. Pelo contrário é fácil e barato.


Barato?

Sim, eu disse barato!

Hoje temos acesso a inúmeras maneiras diferentes aos alimentos, mercado, shoppings, lojas de fast food, aplicativos e até nas farmácias vende-se alimentos! Pode isso produção?

Pois é, de acesso não podemos reclamar, mas você sabe que muitos dos alimentos que você está adquirindo não é alimento?


Não?

Não! Então chamamos de que essas coisas que comemos? Elas vem numa embalagem linda e que diz que contém vitaminas, minerais, energia e fibras?!!!!


Produtos alimentares passam por modificações da sua forma original!

Hoje são classificados como minimamente processados, processados e ultra processados.


Minimamente processados, significa que passagem por moagem, desidratação ou

pasteurização, modifica a composição original, modifica a forma original, mas não a composição final significativamente.

Processados, recebem algum aditivo para durarem mais ou tornarem “mais saborosos”, são adicionados, sal, açúcar, exemplo, conservas, compotas.

Ultra processados, em geral produzidos por industrias, considerados como fórmulas, ou seja, não contem o alimento em sua forma natural. São produzidos por aditivos, conservantes, aromatizantes.


Quando você pensa nas suas últimas compras, levando em consideração o que acabo de dizer acima, você acha que está comprando alimentos ou produtos alimentícios?


Ainda em dúvida do que é o que?

Alimento é o que serve para nutrir, vem da natureza, assim como frutas, vegetais, carnes, ovos, tubérculos, leguminosas, grãos, etc, mas se suas compras são baseadas em “alimentos” embalados, então PARE e repense!


Há quem conteste, quem ache que isso é loucura ou exagero natureba, mas você já

parou para olhar ao seu redor?

As pessoas estão cada vez mais doentes… novos tipos e casos de câncer, alto índice de diabetes, depressão, AVC, doenças autoimunes e tantos outros males, que assolam cada vez mais pessoas.

Isto tem relação direta!


Vamos aprender mais!


Você tem dado importância que deve dar ao seu dia a dia?

Já fez esta pergunta? E a resposta considera sincera? E a resposta? Considera legal?


Quem aqui já pensou: “- Vou comprar desta marca, porque ela é mais garantida!”, vemos tantas reportagens de falsificação e adulteração dos produtos.


Mas esta é a pergunta que devemos fazer?

Bom acredito que já está repensando isso né?!


Produtos como: iogurtes, manteigas e margarinas, gordura vegetal, farinha de trigo, bolachas, refrigerantes, sucos artificiais, óleos vegetais (soja, girassol e canola) molhos e temperos prontos, mortadela, salame, presunto, salsicha, Nuggets, batata palito congelada… e tudo o que a indústria for capaz de inventar.


A lista é interminável e, via de regra, saborosa, prática e agradável aos olhos!!!


Que tal em vez de se preocupar com a marca do produto que esta adquirindo, se preocupar com qual produto está comprando!

Nunca é tarde para começar!


Vamos refazer nossas listas de compras e avalia-la criticamente.


O primeiro passo será reduzir o consumo destes produtos!

Uma dica simples e que não demanda tanto tempo para se dedicar a desindustrialização” do nosso hábito alimentar.



Em vez de comprar produtos em conserva e compotas, procure adquirir in natura, o queeeeee? É muita mudança? Então deixa a feira para o próximo passo, vá o mercado e compre aqueles hortifrútis que já vem cortadinhos e prontos para consumo.


Esta aí, primeiro passo dado!


Sinta orgulho de si mesma (o) e conte a todos sua mudança de hábito!


Parabéns!



Autora:

Luana Mesquita Berri - CRN 10-6535 Educadora Alimentar apaixonada por Nutrição Funcional, nutricionista com especialização em Terapia Nutricional.

Brusque, Santa Catarina   |  zentrumpilatesebemestar@gmail.com   | (47) 3350-2743  |  (47) 99925- 3479

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

2017 - Criado por Zentrum Pilates e Bem-estar.