Problemas em algum relacionamento importante de sua vida? Entenda quando buscar ajuda.

Atualizado: 16 de Set de 2019



Infelizmente o mundo em que vivemos, força o indivíduo se voltar para o trabalho, família, filhos... tudo, menos ele próprio. E como reflexo disso, temos resultados devastadores em diversas áreas da vida.


Você sabia que mesmo com tanta dedicação à vida profissional, dados indicam que 72% das pessoas estão insatisfeitas no trabalho? Seja por falta de reconhecimento ou excesso de tarefas. Na saúde também encontramos números assustadores: 51% dos brasileiros acima do peso. E na área conjugal: mais de 300 mil casais se divorciam todos os anos só no Brasil.


E sabe o que é pior? Que 85% das pessoas do mundo percebem que a falta de autoestima prejudica algum pilar da sua vida, mas a maioria não faz nada para mudar isso.


Isso acontece, porque quando paramos de olhar para nós e para nossas relações mais próximas, tais como, cônjuge, filhos e pais, as coisas vão se deteriorando aos poucos e sem perceber, vamos perdendo o controle. E quanto mais perdidos nos vemos, mais impotentes perante a situação nos sentimos, e mais distante nos parece algum resultado positivo. Então, em frente ao enfrentamento, a tendência é travar e não agir.


E digo mais: vejo pelo que vivencio dentro do meu consultório, que o grande problema está na ilusão que as pessoas têm de que as mudanças acontecem de fora pra dentro, de que para as coisas mudarem, o parceiro precisa mudar, o filho precisa mudar, a mãe precisa mudar, o chefe precisa mudar. Quando na verdade toda e qualquer mudança acontece de dentro pra fora, é de você para seu mundo e não o inverso.



Mas afinal, todos temos problemas, fases da vida em que as coisas estão mais tensas, mais sensíveis, mais críticas e difíceis. Como saber qual o momento ou em que situação não vamos conseguir ter os resultados certos sozinhos? Não existe uma fórmula ou receita de bolo, porque cada um é um, acaba sendo questões muito individuais. Mas num geral, são esses os principais sintomas que sinalizam necessidade de ajuda profissional:


  • Quando algo vem te incomodando a mais de 4 semanas, e começa a tirar sua atenção das atividades rotineiras, como trabalho e demais compromissos;

  • Quando você começa a perder a paciência, tolerância e capacidade de empatia com o outro;

  • Quando você está se sentindo impotente perante a questão, não sabe mais o que fazer;

  • Quando as tentativas que já foram feitas, estão gerando resultados contrários aos esperados;

  • Quando você tem muita dificuldade de entender e/ou comunicar o que você sente;

  • Quando você tem pensamentos constantes pessimistas, tristes e até mesmo que remetem contra sua vida;

  • Quando você não consegue mais distinguir decisões racionais de decisões emocionais;

  • Quando você só vê, como solução, o fim de qualquer relação/contato;


A questão é que você sabe quando precisa de ajuda! Você sente!



A verdade é que o problema não é a identificação do momento de recorrer a um profissional qualificado, o problema está no grande TABU que a sociedade, implicitamente, impregnou na gente, de que pedir ajuda é uma fraqueza!


Mas seja sincero com você mesmo! É fácil pedir ajuda? É fácil se libertar de julgamentos, que na maioria das vezes nem é das outras pessoas, mas consigo mesmo? É fácil ter que abrir mão de alguma coisa para investir tempo e dinheiro em um processo de evolução? É fácil abrir mão de uma rotina, aprender coisas novas, manter a mente aberta e ter disposição para fazer coisas de forma diferente do que estamos acostumados a fazer?

A resposta é: Nem sempre, ou Não mesmo!


Então, quem pede ajuda, quem procura um profissional para solucionar qualquer questão, seja física, mental ou emocional é muito corajoso!


Como mencionei no início desse texto, é minoria quem procura ajuda, principalmente porque precisa de dedicação e disposição. É algo que tem que partir exclusivamente de você!


Por isso se esta passando por algum momento delicado em sua vida e relacionamento busque ajuda, antes que você sofra sem necessidade por não estar conseguindo ver as coisas por um ângulo diferente.


Eu te desafio a ser corajoso, a ir mesmo com medo e sem saber o que esperar, pois você merece ser feliz!


Ficou com dúvida ou identificou que eu posso te ajudar? Então me manda mensagem, ou comenta aqui que eu te ajudo!


Porque é como eu sempre digo: Só é possível mudar o que está na consciência! Aguardo seu contato!


Até a próxima!


Laís Hack

Psicóloga e Coach de Relacionamentos Pessoal e Interpessoais, com base na teoria Integral Sistêmica e Inteligência Emocional.

E-mail: Lais_hack@hotmail.com

Instagram: @lais_hack

Facebook: @Coach.LaisHack

Brusque, Santa Catarina   |  zentrumpilatesebemestar@gmail.com   | (47) 3350-2743  |  (47) 99925- 3479

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

2017 - Criado por Zentrum Pilates e Bem-estar.